domingo, 17 de fevereiro de 2013

Suiça


Suiça


Famosa pelos seus queijos, bancos, relógios e chocolates, a Suíça tem uma versão gastronómica específica em cada uma das suas regiões (ou cantões), que revelam, à mesa, marcantes influências dos países vizinhos (França, Alemanha, Áustria e Itália) Tão rica quanto desconhecida, a culinária suíça confunde-se na nossa imaginação. Seria ela mais francesa ou mais alemã? Na verdade, ela é única, sendo múltipla, inconfundível, como o país que a criou. Com influências latina (da Itália), germânica (aliás, a maior parte já que ocupa 65% da área do País) e francesa, a culinária suíça é um rico mosaico gastronómico  Alguns pratos, no entanto, são adoptados em todas as regiões. Bons exemplos disso são as fondues e raclettes, incomparáveis, sobretudo no inverno. No verão, são encontradas apenas nos restaurantes específicos para turistas. A fondue é preparada de várias formas, sendo que a moitié-moitié (partes iguais dos queijos Gruyère e Vacherin) é a mais popular. A tradução literal de fondue é “derretida” e uma das mais famosas, a Bourguignonne, feita com carne frita em óleo e acompanhada de vários molhos, não tem nada de fondue, mas recebe esse nome porque envolve o mesmo ritual dos comensais em volta de um caquelon (panela para fondue). A raclette, outra iguaria típica agora também globalizada, é o nome do queijo fundido que, na raclonette (aparelho específico onde o queijo é derretido), adquire maior cremosidade pela acção do calor e acompanha batatas cozidas com casca e pepinos em conserva. As frutas suíças unem, do ponto de vista gastronómico, todo o país. Seja qual for a região, morangos, framboesa  amoras e mirtilos são a base de saborosas tortas. E os morangos a la Dôle (marinados no vinho Dôle) são uma marca registada da Suíça. Para esta receita, é usado Dôle tinto e seco, parceiro perfeito dos morangos.

Devido à grande quantidade de imigrantes no país, estrangeiros não são novidade e são tratados como qualquer pessoa. Grande parte da população é bilíngüe (alemão e francês), uma minoria é trilíngüe (alemão, francês e italiano) e muitos são poliglotas (alemão, francês, inglês, italiano, espanhol e português).

Dentro de casa a vida dos suíços é igual a de todos os países desenvolvidos. Tirar o sapato ao entrar em casa, televisão assistida em família, cada um arruma seu quarto e tem suas tarefas distribuídas dentro de casa. O alto custo de vida no país proporciona muita modernidade e tecnologia até para os mais humildes, mas também impede que todos tenham funcionários domésticos. A refeição mais importante é sempre o jantar (normalmente saladas, verduras, massa ou batata).
Fiéis aos direitos humanos, dificilmente alguém irá passar necessidades na Suíça, mas também deve saber que estará sempre sendo cobrado para cumprir as obrigações do ser humano (cuidar da natureza, trabalhar, ajudar ao próximo).


A culinária típica é baseada em queijo, chocolate e pão. Quase toda a população come salada e vegetais regularmente, tudo para uma alimentação saudável. Carne, tirando linguiça, não é muito consumida devido aos altos preços. Fondue, raclette (batata e queijo) Bratwurst (linguiça de frango com pão) são os principais alimentos típicos. Todos os produtos derivados de leite (queijo, iogurte, chocolate, sorvete...) na Suíça são muito saborosos e apreciados.

Os suíços adoram actividades ao ar livre, conhecem muito bem as flores e os tipos de animais. As montanhas e os vales suíços são muito bem preservados ecologicamente e são lugares muito limpos. Os suíços não jogam lixo no chão e reciclam quase todo lixo que fazem. O barulho, um tipo de poluição que tem aumentado muito nas grandes cidades em todo o mundo, é uma preocupação dos suíços, pois em diversas cidades e vilas o nível sonoro é controlado por sonómetros estrategicamente colocados em postes e outros suportes.

A bicicleta é também um dos meios de transporte mais usados no país. Quase todas as cidades possuem ciclovias e estradas feitas exclusivamente para bicicleta. O carro também é muito usado, mas a preferência nacional é o transporte público, feito por ónibus e/ou bondes para curtas distâncias e por trem para distâncias entre cidades. O trem, aliás, é o transporte mais comum em toda a Europa para ligar uma cidade a outra.

A culinária típica é baseada em queijo, chocolate e pão. Quase toda a população come salada e vegetais regularmente, tudo para uma alimentação saudável. Carne, tirando linguiça, não é muito consumida devido aos altos preços. Fondue, raclette (batata e queijo) Bratwurst (linguiça de frango com pão) são os principais alimentos típicos. Todos os produtos derivados de leite (queijo, iogurte, chocolate, sorvete...) na Suíça são muito saborosos e apreciados.

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Folar


Folar

esta receita tirei aqui. eu juntei também erva doce que adoro.
Ingredientes:
0,5kg de farinha,
125 gr de margarina derretida
3 ovos,
1 dl de leite,
25 gr de padeiro,
250 gr de açúcar,erva doce,canela a gosto...
raspa de limão....3 ovos cozidos com a casca de cebola para dar cor..


Preparação:por tudo na tuba da máquina a começar pelos líquidos,e programar para amassar e levedar...depois de acabar o programa,retira-se e faz-se 3 bolas(com cuidado de deixar um pouco da massa para fazer as fitas),põe-se farinha num tabuleiro..as bolas em cima..os ovos no meio,enrola-se as fitas,e põe-se cruzadas...esperar uns 20 minutos no forno a 50°para levedar e levar ao forno a cozer..depois no fim de cozidas,espeto sempre um palito no meio ao pé do ovo,para experimentar a ver se estão bons...tiram-se para fora e passa-se com um pincel de cozinha com geleia para dar brilho...ficam mesmo muito bons,receita rápida e simples,bom apetite.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Bolo de Chocolate



Bolo de chocolate super fofinho e húmido.
Estava de apetites e a vasculhar na net fui encontrar esta receita,uma verdadeira delicia!!!
_4 ovos
_1 chávenas de leite
_1 chávena de óleo
_2 chávenas de farinha
_2 chávenas de açucar
_1 chávena de chocolate em pó
Bater tudo muito bem na batedeira e levar a forno médio 45 minutos.Bom apatite!!

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Bolo de maça


Pois é cá por casa anda muitas maças,pois fruta da época da suíça é coisa que não falta cá em casa e tenho de inovar para não as ver estragar...então surgio este bolo de cabeça...

Ingredientes:
_2 ovos
_1 chávena de açúcar
_1 chávena de farinha com fermento
_1/2 chávena de óleo
_1/2 chávena de leite
_2 maças

Descascar as maças e cortar aos quadradinhos pequenos e temperar com açucar,canela e gotas de limão.Reservar.
Junte todos os ingredientes numa batedeira e bata uns minutinhos .
Coloque a massa numa forma de tarte,disponha as maças por cima e espalhe bem e eu dei um toque com amêndoas laminas por cima e forno brando ate estar cozido.Bom apetite!!!

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Receita de Croissant (Massa Fofa)


Receita de Croissant (Massa Fofa)

Esta receita  tirei aqui mas adaptei a minha mfp ,aqui vos deixo a receita original.Beijos e sejam felizes

Ingredientes:

4 xícaras de farinha 
1 saqueta de fermento em pó (ou 15 g de fermento fresco) 
1/2 xícara de óleo 
2 colheres de sopa de açúcar 
1 colher de chá de sal 
1 xícara de leite morno 
1 ovo 
Pincelar:
1 gema 
3 colheres de sopa de leite 
Preparação:
Leve o leite a aquecer e junte o fermento, mexa e aguarde que se dissolva completamente.
Num recipiente largo junte os restantes ingredientes, envolva bem e junte o leite com o fermento. 
Amasse bem até obter uma massa elástica e homogénea. 
Tape bem com panos e deixe repousar por 1 hora, até dobrar de volume.
Divida a massa em duas partes iguais. Reserve. 
Coloque a massa numa bancada enfarinhada e estenda-a com o rolo da massa de modo a formar um rectângulo. 
Com uma faca ou cortador de pizza faça triângulos longos, uns após os outros.
Vire para si, a parte mais larga do triângulo, e pressione no bico (da parte mais fina), esticando-o um pouco. 
Comece a enrolar pela parte mais larga até chegar ao bico.
Coloque os croissant em cima de uma tabuleiro com tapete de silicone ou papel vegetal, ficando o bico virado para baixo.
Tape com um pano e deixe levedar por mais 30 minutos.
Após este tempo, bata a gema de ovo com as 3 colheres de leite e pincele os croissants.
Leve ao forno pré-aquecido a 180º por 20 a 25 minutos.




sábado, 2 de fevereiro de 2013

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Festa de anos da Marlis

.Aos 2 anos pouco se entende o que é uma festa de anos,  mas queríamos comemorar com os amigos e trazer um pouco de alegria a nossa casa. Correu tudo bem , aqui deixo alguns pratos que fiz, apesar de ter sido eu a fazer tudo para a festinha da princesa. Beijo e boa semana.